sábado, 19 de maio de 2012

Estado de Natureza

  • Rousseau, adepto a uma filosofia de educação natural, é vinculado a uma concepção otimista do homem e da natureza.   
  • A concepção de Rousseau era que em estado de natureza, os indivíduos vivem isolados pelas florestas, sobrevivendo com o que a Natureza lhes dá, desconhecendo lutas e comunicando-se pelo gesto, em uma língua benevolente.
  • O estado de felicidade original, onde os seres humanos não tinham a necessidade de se relacionarem e não havia desigualdade, existia sob a forma do bom selvagem.  
    • O "Bom Selvagem", em termos de Adão e Eva, comendo o fruto proibido (no caso, cedendo as tentações da sociedade, como a curiosidade): origem de todos os pecados do mundo. 
  • Porem, essa felicidade original termina quando alguém se aproxima de um terreno e diz: "É meu".
    • Essa divisão entre o "meu" e o "seu" - isto e, a propriedade privada -, dá origem ao estado de sociedade. Esse estado corresponde, agora, ao estado de guerra de todos contra todos.
  • A passagem do estado de natureza à sociedade civil se daria, segundo Rousseau, por meio de um contrato social.

2 comentários: